domingo, 30 de agosto de 2009

Lombalgia

Lombalgia

A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que aproximadamente 80% dos seres humanos sofrerão pelo menos uma crise aguda de dor nas costas (lombalgia) durante sua vida, e que 90% dessas pessoas apresentarão mais de um episódio

A maioria destas pessoas pode até manter suas atividades habituais, mas as cumprirão com períodos de desconforto ou dor. Cerca de 30% desse grupo faltará ao trabalho devido a esse mal.

Nos EUA, a dor nas costas é responsável por um quarto de todas as lesões relacionadas ao trabalho e por um terço de todos os custos de indenização.

A fraqueza muscular particularmente nas regiões abdominais e lombares inferior, a instabilidade da coluna lombar e a flexibilidade precária nas costas e nas pernas representam fatores primários relacionados à Síndrome da Lombalgia.

São inúmeros os fatores de risco que contribuem para o desencadeamento das síndromes lombares, entre elas podemos citar: fatores genéticos e antropológicos, psicossociais, obesidade, tabagismo, sedentarismo, maus hábitos posturais, síndromes depressivas, trauma, gravidez e trabalho repetitivo relacionado às atividades profissionais.









O tratamento mais aceito hoje em dia consiste de repouso para os casos de dor intensa, medicação e programas de exercícios físicos. Estes exercícios utilizados são específicos de fortalecimento muscular com alongamento da coluna, podendo ser realizados com caráter preventivo e curativo da lombalgia.

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

DICAS DE EXPERT PARTE 2

DICAS DE EXPERT PARTE 2

Para perder 5 kg de gordura corporal por ano, você precisa ingerir 100 calorias a menos por dia.
Pois cortar calorias de forma exagerada de sua ingestão diária acabará reduzindo seu nível de energia e aumentando muito sua fome, tornando você mais suscetível a lanches de alto valor calórico.
Não pule o café da manhã. Alimente-se nas primeiras duas horas do seu dia.



Na verdade, coma mais no café da manhã do que você acha que deveria. Transfira a maioria das calorias do jantar para o café da manhã.


Não permita que seu organismo sinta fome, alimente-se pelo menos a cada 3 horas, e divida seu lanche ao meio para ter certeza que você esteja alimentado pré e pós exercício. Por exemplo, coma uma banana 30 minutos antes de praticar uma caminhada e uma torrada integral quando terminar.
Inclua sempre alimentos ricos em fibras primeiro.Seu prato ou lanche terá sempre frutas, verduras, feijão, grãos integrais e seus derivados como prioridade. Em seguida entram os peixes, aves e carnes magras. Por último as massas brancas, arroz branco, batatas, mandiocas.


Seu objetivo deve ser a perda gradual de gordura corporal, pois é mais fácil voltar a ganhar peso, quando se perde rápido demais.
Calorias líquidas são rapidamente absorvidas e podem levar ao aumento de peso, minimize a quantidade de refrigerantes, sucos, café e álcool.
Procure alimentos naturais e não industrializados, coma mais frutas, verduras, legumes, grãos e alimentos integrais. Comidas industrializadas, como pão branco, massas brancas não possuem fibras, por isto são menos saciadores. Doces e sorvetes devem ser degustados em pequenas quantidades, não como parte contínua de uma alimentação.
Se você não resistir a um fast food, procure por informações nutricionais no cardápio, para que você possa escolher lanches menos calórico. Evite aqueles com palavras “fried” (frito), “crispy” (frito a milanesa), molho especial (gordura vegetal hidrogenada), pois são ricos em calorias.


Lembre-se:
As barras de cereais nem sempre trazem as fibras que prometem, nem são isentas em calorias, procure escolher observando os ingredientes e informações nutricionais, buscando aquelas sem gordura TRANS e com maiores quantidades de fibras por porção

Cortar calorias pode melhorar memória

Cortar Calorias Pode Melhorar Memória


Estudo realizado na Alemanha e publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences aponta que cortar em 30% a ingestão de calorias pode melhorar a memória.


No estudo, voluntários na faixa etária dos 60 anos, foram divididos em três grupos. O primeiro seguiu uma dieta normal; o segundo teve um regime semelhante, mas com mais ácidos graxos insaturados encontrados, por exemplo, no azeite de oliva e nos peixes; e o terceiro adotou a dieta com 30% menos calorias.

Passado um trimestre com essa dieta, os dois primeiros grupos refizeram testes de memória e seus resultados foram os mesmos. Já os 50 voluntários do terceiro grupo conseguiram mais pontos após a dieta e apresentaram sinais de melhora física, com queda nos níveis de insulina.

Porém, é bom lembrar: ainda serão necessários mais estudos para se comprovar a pesquisa e nenhuma dieta deve ser realizada sem acompanhamento médico.



Texto: Cassiano Sampaio

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

sábado, 22 de agosto de 2009

DICAS DE EXPERT

DICAS DE EXPERT

Passear com o cachorro, subir escadas, ir a pé à padaria, fazer compras no supermercado e ajudar na rotina da casa pode fazer milagres ao seu condicionamento e sua estética corporal. Acredite: dá para gastar até 1.000 calorias/dia, o que equivale a uma boa aula de Jump.

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Panturrilha no Smith Machine

Panturrilha no Smith Machine

As panturrilhas vulgarmente conhecida pelo nome de batatas da perna, elas estão localizada na parte posterior da perna, sendo composta por dois grupamentos musculares que são denominados de tríceps sural.
Esse dois grupamentos musculares recebem o nome de Gastrocnêmios e Sóleos. Os músculos gastrocnêmios e o sóleo localizam-se na porção posterior da perna, tendo o sóleo por baixo se estende por toda a parte posterior da perna até o calcanhar. Eles são responsáveis por sustentar o corpo e ainda ajuda na movimentação do pé.
As panturrilhas vivem em estresse contante e para se ter um melhor desenvolvimento, temos que fazer uso de uma maior amplitudo de movimento acompanhada por um grande volume de repetições.
Sabemos que a grande maioria dos grupamentos musculares para desenvolver hipertofia faz uso de 10 as 15 repetições, mas no caso das fibras das panturrilhas elas são melhor solicitadas e adquirem um maior desenvolvimento com repetições em torno de 20 a 50.
Sabendo disso, um método de treinamento que obtem grande sucesso quando utilizado para o treinamento das panturrilhas é o do Drop Set ou Série Descendente.
Este método funciona assim, na ultima série de cada exercício, iremos após a execução das repetições planejadas, diminuir a carga utilizada e executar sem intervalos de descanso outra série de igual número de repetiçoes, repetindo o procedimento em até 3 vezes.
Com esse método são recrutadas fibras musculares que antes não estavam sendo utlizadas no processo de treinamento tradicional, implicando em um maior desenvbolvimento da musculatura solicitada.
No Smith Machine mantenha as pernas estendidas ao máximo ao executar este movimento, pois se os joelhos ficarem flexionados você estará enfatizando o trabalho dos sóleos e diminuindo a participação dos gastrocnênios que são os musculos responsável pela aquela aparência estética bonita das panturrilhas.

Como realizar esse exercício no Smith Machine:

· Posicione um estepe ou caixa de madeira com 15cm de altura diretamente abaixo da barra do Smith Machine. Posicione a barra do equeipamento, na autura de seus ombros, sobre o músculo trapézio e ombros.
· Coloque a ponta dos pés na borda da caixa de madeira de tal forma que os calcanhares possa ser movidos livremente em um amplo arco de movimentos. Seus pés devem está aproximadamente na largura des seus ombros.
· Segure a barra em uma distancia um pouco superior a largura dos ombros e eleve ligeiramente a mesma, rodando-a para que esta seja liberada da trava do suporte do equipamento.
· Desça os calcanhares com uma velocidade lenta a moderada até o ponto em que você sentirá um forte alongamento nos tendões do tornozelo e panturrilhas.
· Ao atingir o máximo alongamento possível na fase de descida inspire e inicie o movimento de subida, elevando os calcanhares o máximo possível.
· Mantenha esta posição por ao menos 2 segundos com a máxima tensão e em seguida retorne a posição inicial.
· Execute até o número de repetições desejadas.

Uma programação de treinamento das panturrilhas dentro de uma fase de hipertrofia deve conter de 3 a 4 sessões semanais devido à alta capacidade de recuperação destas musculaturas.

Entretanto panturrilhas fortes e flexíveis são vitais ao processo de estabilização em exercícios como agachamentos, o levantamento terra e o levantamento olímpico (arranque e arremesso).




sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Qual a diferença de Exercícios Anaeróbicos e Exercícios Aeróbicos

Qual a diferença de Exercícios Anaeróbicos e Exercícios Aeróbicos

Exercício Anaeróbico é um tipo de atividade física que ocorre em ausência de oxigênio

O exercício anaeróbico pode ser definido como aquele que não a troca gasosa do organismo com o meio ambiente. Podendo ser mais bem representado por aqueles exercícios que tem pouca duração e altas intensidades. Sendo que nesses exercícios a fadiga muscular é imediata, pois produz altas concentrações de lactato.

Os Benefícios provenientes do exercício anaeróbico são:

· Força;
· Explosão;
· Velocidade de reação;

· Agilidade.

Basicamente os exercícios anaeróbicos são:

· Corrida de 100m rasos no atletismo;
· Nadar os 50m na natação;
· Treinamento de força (musculação);
· Levantamento olímpico.

Exercício aeróbico é um tipo de atividade física que ocorre com a ingestão de oxigênio.

O exercício aeróbico pode ser definido como aquele que faz troca gasosa do organismo com o meio ambiente. Esse tipo de exercício trabalha uma grande quantidade de grupos musculares de forma rítmica.

Os exercícios aeróbios são contínuos e prolongados sendo executado com pouca velocidade de movimento, objetivando mais a duração do que a intensidade do exercício.

Os Benefícios provenientes do exercício aeróbico são:

· Queima de gordura;
· Redução do estresse, depressão e ansiedade;
· Melhora do humor e do sono;
· Melhora do sistema imunológico;
· Melhora o desempenho cardiovascular;

Além dos benefícios para a queima de gordura, os exercícios aeróbicos são muito benéficos para a saúde de modo geral.

Basicamente os exercícios aeróbicos são:
· Spinning;
· Jump Fit;
· Caminhar;
· Correr.

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Esporte "devagar e sempre" envelhece

Veja a reportagem da Revista época sobre atividades físicas de longa duração para a 3° Idade


Esporte "devagar e sempre" envelhece


Novos estudos afirmam que atividades de longa duração para idosos favorecem a perda de cálcio, mineral essencial para os ossos

Francine Lima

Nesta semana, um evento promovido pelo Grupo Pão de Açúcar reuniu pesquisadores estrangeiros e profissionais brasileiros para discutir uma questão que interessa a todo mundo: como viver mais e melhor. O tema central das palestras e debates era o tipo de exercício físico que mais favorece um envelhecimento saudável. Ficou claro que cinquentões que desejam passar dos 60 firmes e fortes não devem se render à fama de frágil que o idoso normalmente leva. A melhor estratégia para adiar as perdas inevitáveis que a idade provoca – como redução da massa muscular e da massa óssea e perda de funções do aparelho locomotor – é pegar pesado. Nada de caminhadinhas lentas ao gosto do freguês. Idoso precisa é de exercício curto e intenso, disseram os palestrantes.


ATIVIDADE PESADA
Exercícios vigorosos são mais eficientes para provocar o depósito de cálcio nos ossos.

A tese tem várias explicações. A primeira delas, aceita há mais tempo, é que os exercícios vigorosos, que exigem bastante força muscular e envolvem impactos (jogos com bola levados a sério, por exemplo), são mais eficientes em provocar o depósito de cálcio nos ossos, aumentando a densidade óssea. O aumento da densidade é uma resposta defensiva do osso ao esforço "arriscado" que os exercícios que envolvem força muscular e impacto representam. Já a natação, que não tem impacto nenhum, não contribui para aumentar a densidade óssea. A caminhadinha leve também não. Portanto, os exercícios amenos não são uma opção muito desejável para quem precisa se cuidar contra a osteoporose.
Outro argumento em defesa dos exercícios pesados para os idosos é a perda de massa óssea durante o exercício aeróbio. Essa foi a maior revelação do evento, trazida pela fisiologista Wendy Kohrt, professora titular da cadeira de Geriatria da Universidade de Denver (EUA). Um estudo feito por sua equipe com homens ciclistas (atletas) sugere que exercícios de longa duração, que geram grande quantidade de suor, favorecem a perda de cálcio na transpiração. Algo como 100 mg por hora. No mesmo estudo, o uso de uma bebida enriquecida com cálcio antes e depois do treino mostrou-se eficiente na recuperação da massa óssea. Agora, a pesquisadora está repetindo o estudo com mulheres em menopausa. Os resultados preliminares sugerem que o que acontece com atletas jovens também pode ser observado em idosos.
Leia a seguir a entrevista exclusiva de Wendy Kohrt para ÉPOCA.
(FOTO WENDY KOHRT)
Professora titular de Geriatria da Universidade de Denver.
ÉPOCA – Por que os treinos longos reduzem a densidade óssea?
Wendy Kohrt – Alguns atletas treinam 20 horas por semana. Isso significa dois gramas de cálcio a menos, pois perde-se, em média, cerca de 100 miligramas por hora. Então parece que pessoas que se exercitam muito realmente precisam ingerir mais cálcio. Nós absorvemos apenas um terço do cálcio que ingerimos. Se ingerimos 1.000 miligramas, somente 300 mg irão realmente ser absorvidos. Se você faz três horas de exercício vigoroso por dia, você pode estar perdendo todo o cálcio que ingere.
ÉPOCA – Recentemente, ÉPOCA publicou uma reportagem sobre a necessidade de tomar ou não suplementos de vitaminas e minerais. Nenhum dos especialistas que consultamos mencionou haver uma diferença entre as necessidades de um atleta e de uma pessoa inativa.
Wendy – Me parece que essa é um campo de estudos novo. Nós começamos a publicar nossos resultados. À medida que isso entra na comunidade científica, mais pessoas passarão a pesquisar isso e o assunto ficará mais conhecido. As pessoas que fazem muito exercício deveriam, sim, considerar um aumento na quantidade de cálcio na alimentação ou tomar suplementos. Assim o exercício poderia ser otimizado.
ÉPOCA – No seu estudo, vocês usaram suplemento de cálcio, certo?
Wendy – Sim. Nós demos aos ciclistas uma bebida especial com cálcio. Queríamos verificar se, tomando essa bebida antes do exercício e durante, eles poderiam prevenir o aumento da produção dos hormônios que causam a degradação óssea. Agora temos evidências de que podemos pelo menos reduzir o aumento na produção desses hormônios.
ÉPOCA – A senhora acredita que nesse caso o suplemento funcione melhor que comida?
Wendy – Não funciona necessariamente melhor. Queríamos que fosse um líquido, porque na forma líquida o cálcio chegaria mais rapidamente ao sistema circulatório. Líquidos são digeridos mais rapidamente que sólidos. E também queríamos controlar muito cuidadosamente a quantidade de bebida que iríamos administrar aos participantes. Por isso não usamos comida.
ÉPOCA – Eles eram todos atletas?
Wendy – A maioria eram ciclistas competitivos. Agora estamos repetindo o estudo com mulheres na menopausa que caminham vigorosamente por uma hora. A ideia é verificar se a mesma coisa que acontece com pessoas jovens vai se repetir com as mais velhas. Fizemos o estudo com poucas mulheres até agora, mas há indicações preliminares de que o mesmo acontece, sim.
ÉPOCA – Se eu sou jovem e faço musculação, eu deveria tomar cálcio durante meu exercício?
Wendy – Nós estamos no começo dos estudos, eu não poderia afirmar isso. Mas a musculação não faz suar muito. Pessoas que não transpiram tanto provavelmente não precisam se preocupar. Nós não podemos ainda tirar grandes conclusões desse estudo. A suspeita é que a perda de cálcio pelo suor é o motivo pelo qual algumas pessoas não conseguem obter o benefício que o exercício traz para os ossos. Nós usamos ciclistas porque, como grupo, eles tendem a apresentar maior densidade óssea. Também se caracterizam por treinar por muitas horas. Apesar de o ciclismo não ser um exercício que envolva peso, era esperado que eles tivessem uma massa óssea normal, não que houvesse perda de massa óssea. O exercício prolongado em si não seria um motivo suficiente para haver perda de massa óssea. O suor, sim. Mas, como eu disse, ainda não posso fazer recomendações para todo mundo.
ÉPOCA – É possível medir quanto perdemos de cálcio no suor?
Wendy – No laboratório, sim. Na vida normal, não. Nós aplicamos um material absorvente sobre a pele do atleta, diversas vezes. Esprememos o líquido desse material e enviamos para análise. O que obtemos é uma estimativa crua do total de cálcio perdido no suor. Não é algo que qualquer pessoa possa fazer sozinha.
ÉPOCA – E é possível medir a quantidade de suor? Como saber se transpiramos muito ou pouco?
Wendy – Ah, sim. E isso é simples. Basta pesar-se antes e depois do exercício, sem as roupas molhadas, e somar a quantidade de líquido que ingeriu durante. Se você bebeu um litro e terminou o exercício dois quilos mais leve, deve saber que na verdade perdeu três quilos, já que repôs um.
Texto escrito por Francine Lima - REVISTA ÉPOCA.
Reportagem extraido na integra do Site da revista Época

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Whey Protein - Dicas e Benefícios

Assista o Video e descubra os benefícios do WHEY PROTEIN

video

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Gripe Suína

Gripe Suína

Afetará 67 milhões de brasileiros em dois meses, segundo estudo do Ministério da saúde divulgado pela Folha de S. Paulo.

Segundo o estudo, do total de infectados, entre 3 e 16 milhões apresentarão complicações e entre 205 mil e 4,4 milhões terão de ser hospitalizados....Na sexta-feira a Organização Mundial da Saúde desistiu de contar os casos individuias, por causa da velocidade com que o vírus se espalha.

(Austrália - Pesquisadora verifica amostra do vírus da gripe suína no Hospital de BrisbaneFoto: Dave Hunt, EFE)
O ministério da saúde brasileiro só irá produzir as vacinas em 2010. Pessoal temos muita probabilidade de contrair o vírus, temos que nos preparar com uma alimentação adequada.

A maneira mais correta e saudável de enfrentar essa Influenza A ,"H1N1" (erroneamente chamada de gripe suína).

É reforçar o sistema imunológico através de uma alimentação correta e saudável, no sentido de manipular sua imunidade, preparando suas células brancas do sangue (neutrófilos) e os linfócitos (células T) as células B e células matadoras naturais. Essas células B produzem anticorpos importantes que correm para destruir os invasores estranhos, como vírus, bactérias e células de tumores.

As células T controlam inúmeras atividades imunológicas e produzem duas substâncias químicas chamadas Interferon e Interleucina, essenciais ao combate de infecções e de tumores.

Veja o que devemos fazer para estimulam a ação do sistema imunológico e potencializam seu funcionamento com a ingestão de alimentos.

. Tome pelo menos um litro e meio de água por dia, pois os vírus vivem melhores em ambientes secos e manter suas vias aéreas úmidas desestimula os vírus. Não a tome gelada, sempre preferindo água natural fervida ou filtrada;
· Não tome leite, principalmente se estiver resfriado ou com sinusite, pois produz muito muco e dificulta a cura;
· Use e abuse do Iogurte natural, um excelente alimento do sistema imunológico;
. Use e abuse da água de coco que também é um excelente alimento do sistema imunológico;
· Coloque bastante cebola na sua alimentação;
· Faça uso do alho que é excelente para o seu sistema imunológico;
· Coloque na sua alimentação alimentos ricos em caroteno (cenoura, damasco seco, beterraba, batata doce cozida, espinafre cru, couve) e alimentos ricos em zinco (fígado de boi e semente de abóbora);
· Faça uma dieta vegetariana (vegetais e frutas);
· Coloque na sua alimentação salmão, bacalhau e sardinha, excelentes para o seu sistema imunológico;
· O cogumelo Shiitake também é um excelente antiviral, assim como o chá de gengibre que destrói o vírus da gripe;
· Evite ao máximo, alimentos ricos em gordura (deprimem o sistema imunológico), tais como carnes vermelhas e derivadas;
· Evite óleo de milho, de girassol ou de soja que são óleos vegetais poli-insaturados;
. Importante mantenha as mãos sempre bem limpas e use o fio dental para limpar os dentes, antes da escovação.

Lembre - se:

Com esses cuidados, fazendo uso de uma alimentação adequada o vírus H1N1 nem chegarão perto de você.

domingo, 9 de agosto de 2009

Consultoria Fitness House - Monte sua Própria Academia

Consultoria Fitness House
Solano Melo Personal Trainer
Montagem de salas de musculação e fitness

(foto apenas ilustrativa)

Em busca de praticidade e conforto, os praticantes de exercícios físicos estão trocando o ambiente de academia pela área de lazer de seus edifícios, condomínios, casas e empresas.

(Foto apenas ilustrativa)

Devido a esta nova tendência do mercado, Fitness House busca atender as necessidades dos moradores prestando assessoria técnica na montagem de salas de musculação e fitness, assim como oferecer acompanhamento profissional qualificado.

Após uma avaliação criteriosa, indicamos a estrutura e equipamentos mais adequados para sua casa, condomínio, pousada, chácara, hotel e empresa.

Serviços Realizados:

· Escolha dos equipamentos, analisando a relação custo benefício;
· Orçamentos;
· Projeto da academias (Layout);
· Posicionamento dos pontos elétricos dos equipamentos no Layout.
· Posicionamento de TV para uma melhor ergonomia e conforto dos alunos;
· Posicionamento dos equipamentos para facilitar a circulação dos alunos;
· Definição do espaço para permitir uma utilização segura e eficaz dos equipamentos;
· Quantidade adequada de equipamentos na sala;
· Manutenção dos equipamentos.

(Foto apenas ilustrativa)Contantos:
Fitness House
Solano Melo Personal Trainer
EMAIL/MSN: solmelo3@hotmail.com
Telefone: 67 8111 - 0379

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Os 10 Maiores Fisiculturistas de todos os tempos

Os 10 Maiores Fisiculturistas de Todos os Tempos


Para os amantes do Fisiculturismo, aqui estão os 10 maiores atletas de todos os tempos.
Conheça um pouco da trajetória de cada um deles.

10° colocado Lou Ferrigno

Nascido em 1951, altura de 1.95m, peso corporal de 136 kg em competição. É o segundo atleta mais conhecido no fisiculturismo. Conquistou o Mr. América e dois campeonatos de Mr. Universo e ainda foi astro na série de TV no Papel de “O Incrível Hulk”.


9° Colocado Chris dickerson

Nascido em 1939, altura de 1.60m, peso corporal de 82 kg em competição. Aos 43 anos conquistou o mais importante campeonato de fisiculturismo do mundo o Mr. Olympia.






8° Colocado Lary Scoot

Nascido 1938, altura de 1.69m, peso corporal de 92 kg em competição. Foi o primeiro fisiculturista a conquistou o título de Mr. Olympia e era conhecido como “A Lenda”. É graças a ele que hoje podemos realizar o exercício ROSCA SCOOT.


7° Colocado Franco Columbu

Nascido em 1941, altura de 1.64m, peso corporal de 84 kg em competição. Competiu de 1976 a 1981 conquistando dois títulos de Mr. Olympia.













6° Colocado Sergio Oliva

Nascido em 1941, altura de 1.79m, peso corporal 110 kg em competição. Conquistou por três vezes consecutivas o Mr. Olympia. Dono de uma musculatura invejada por muitos, possuía braços de 56 cm, tórax de 1.52m e cintura de 70cm de circunferência.


5°Colocado Frank Zane

Nascido em 1942, altura de 1.74m, peso corporal de 84 kg em competição. Conquistou três títulos de Mr. Olympia. A proporção dos seus músculos lembra e muito as estátuas Gregas pela simetria de sua musculatura.



4° Colocado Dorian Yates

Nascido em 1962, altura de 1.77m, peso corporal de 118 kg em competição. Conquistou seis títulos de Mr. Olympia. Por causa das impressionantes intensidades no treinamento foi vitimas de varias lesões debilitantes durante toda sua carreira e uma delas foi rompimento do ligamento do bíceps

3° Lee Haney

Nascido em 1958, altura de 1.79m, peso corporal de 113 kg. Esculpiu seu corpo com maestria. Conquistou oito títulos de Mr. Olympia. Hoje em dia ele se dedica a obras filantrópicas.





2° Colocado Ronnie Coleman

Nascido em 1964, altura de 1.79m, peso corporal de 130 kg em competição. Conquistou por oitos vezes consecutivas o título de Mr. Olympia. Antes de subir no palco no campeonato de 2007, deixou claro que, independente do resultado, este seria seu último Olympia. Após a competição e duas ovações em pé da platéia, no entanto, o discurso mudou. Declarou que vai tirar um ano d
e férias para dar uma folga para o corpo, já que ele esteve no limite por tanto tempo. Não vou treinar tão duro quanto normalmente para voltar em 2009 renovado. Se participar do Arnold Classic e vencer, volto para o Olympia, mas apenas se vencer".


1° Colocado Arnold Schwarzenegger

Nascido em 1947, altura 1.87m, peso corporal de 106 kg em competição. Ele exterminou todos os seus adversários, conquistando seis títulos consecutivos de Mr. Olympia de 1970 a 1975. Anunciou a aposentadoria, mas retornou em 1980 para ser campeão novamente. Além dos feitos no mundo do fisiculturismo também é conhecido internacionalmente como estrela de cinema. Hoje em dia vive no estado da Califórnia e desempenha um papel importantíssimo como governador. Outros já até superam o numero de vitória e nível muscular, mas os amantes do fisiculturismo sempre terão SCHWARZENEGGER como o número 1 de todos os tempos.
Atenção:
Um dos critérios utilizado para a classificação foi o número de Títulos do Mr Olympia. E foi por essa razão que Lou Ferrigno ficou na 10° colocação, mesmo estando entre os fisiculturistas mais conhecidos de todo mundo.

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Musculação e Treinamento Aeróbico

Musculação e Treinamento Aeróbico

O que mais vemos nas academias de ginásticas pelo Brasil são mitos em relação ao treinamento aeróbico e o treinamento de força (musculação).

Se observarmos, constantemente nos deparamos com alunos (clientes) que não gostam ou não querem fazer exercícios aeróbicos ou musculação. Uns alegam que se fizerem o treinamento aeróbico os seus ganhos de massa muscular (hipertrofia) serão prejudicados, pois iram emagrecer, já os outros que priorizam o treinamento aeróbico afirmam que se fizerem a musculação iram ficar musculosos.

Porém não é bem assim que acontece, pois por mais que o treinamento aeróbico interfira no treinamento de força (musculação), vice e versa podemos constatar que há melhoras tanto no condicionamento Cardiorrespiratório como na hipertrofia muscular. Sendo assim para que fique bem claro o treinamento de força por si só já emagrece.


Dúvidas a parte, para chegamos num consenso e ver qual exercício priorizar, devemos em primeiro lugar descobrir qual o objetivo do aluno (cliente), se for desenvolver a massa muscular (hipertrofia), o treinamento aeróbico fica restrito para o final do treino de musculação com um tempo estimado de no máximo 30 minutos e intensidade de 40 a 60% da Freqüência Cardíaca Máxima. Mas se o objetivo é o emagrecimento, tanto faz o aluno (Cliente) realizar o treino aeróbico antes ou depois do treino de musculação, pois o que conta nessa questão é o balanço calórico, sendo que na hora do exercício o glicogênio é a principal fonte de energia e com o fim do glicogênio o corpo irar buscar nas gorduras a energia necessária para a realização do exercício e com isso proporcionará o emagrecimento.

Mas para que ocorra o emagrecimento o treino aeróbico deve ser executado com intensidade mais alta ou duração maior, com percentuais em torno de 70 a 80% da Freqüência Cardíaca Máxima. Já para o desenvolvimento da hipertrofia os percentuais de carga (pesos) ficam entre 70 a 85% de volume máximo, sendo que devemos realizar de 6 a 13 repetições para membros superiores (dorso e peitoral) e 10 a 20 repetições para membros inferiores e abdômen, não esquecendo a velocidade de execução que deve ser média.

Lembre-se:

Não a nada de errado realizar os dois treinamentos, isoladamente ou conjugados, o que devemos ter é bom senso, respeitar sempre a nossa individualidade biológica, pois certamente esses dois exercícios são benéficos e se completam.

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Psicologia do Esporte

Psicologia do Esporte

A Psicologia do Esporte estuda os fatores emocionais (ansiedade, concentração, motivação e desenvolvimento interpessoal) que afetam a performance dos atletas e os efeitos do esporte para o bem-estar psicológico dos indivíduos. Nesse tipo de trabalho o psicólogo trabalha muito com todos os outros envolvidos na qualidade de rendimento que o atleta possa oferecer, é altamente multidisciplinar envolvendo médicos, fisioterapeutas, técnicos, pesquisadores. Claro que a priori o objetivo é fazer com que o atleta de a melhor resposta possível no campo, piscina ou quadra. Seu corpo e mente em equilíbrio trabalhando em comunhão para alta performance. Portanto, um atleta completo não é só um homem em seu perfeito estado físico, como ser humano ele é um conjunto de corpo e mente. Por essas e por outras, o atleta vive na fronteira do desequilíbrio emocional. O trabalho do psicólogo é fazer com que o atleta busque o equilíbrio, tanto físico quanto mental. Os resultados são muitos, como aumento da concentração durante jogos, diminuição do estresse, automatização de cuidados básicos, velocidade de raciocínio para melhores respostas durante o jogo, entre outras. Por fim, a psicologia do esporte é uma área da psicologia que visa promover a saúde, a comunicação, as relações interpessoais, a liderança e a melhora do desempenho esportivo.
Texto publicado por Adriane Hanna - Psicologia Integrada (Infantil) Extraído na integra do Blog: http://psicologiaintegradainfantil.blogspot.com/ .

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

TREINO DE MUSCULAÇÃO




CLIQUE na imagem para ampliar e veja em detalhes o TREINO DE MUSCULAÇÃO



LEMBRE - SE:
Aqui é só uma sugestão de treino, a carga(peso) vai depender do condicionamento do aluno.

domingo, 2 de agosto de 2009

NUTRIÇÃO

ALIMENTOS SAUDÁVEIS

Frutas (Melancia, morango, caju, maracujá, manga pêssego, pêra, abacaxi, lima, laranja, limão, etc.);
Frutas secas;

Verduras e legumes à vontade (tomate, aipo, pepino, quiabo, rabanete, pimentão, abobrinha, abóbora, berinjela, cenoura, beterraba, nabo, chuchu, jiló, maxixe, alface, etc.);

Chá de frutas (morango, uva, verde, etc.);
Carne magra (assada, cosida, grelhada);

Peixe;

Frango sem pele;

Camarão, bacalhau;

Peito de peru.

Leite desnatado;

Refrigerante light ou diet;

Arroz integral ou arroz branco (porções reduzidas);

Feijão (branco, preto, corda);

Gelatina diet;

Barra de cereais light ou diet;

Queijo banco (mussarela, búfalo, minas);

Sardinhas (Com molho e sem molho de tomate);

Pão Integral;














PODE CONSUMIR DEPOIS DAS 18H00MIN

As Proteínas (PTN) podem e deve ser consumida a noite. Evitar grandes quantidades de Carboidratos (CHO).

Carne magra (assada, cosida, grelhada) - PTN;

Sardinhas (Com molho e sem molho de tomate) - PTN;

Verduras e legumes à vontade (tomate, aipo, pepino, quiabo, rabanete, pimentão, abobrinha, abóbora, berinjela, cenoura, beterraba, nabo, chuchu, jiló, maxixe, alface, etc.) - FIBRAS;

Gelatina diet - (Colágeno bom pra pele);

Peixe (assado, cosido, grelhado) - PTN rica em Omega 3;

Frutas (Melancia, morango, caju, maracujá, manga, pêssego, abacaxi, lima, laranja, limão, etc.) - FIBRAS;


Leite desnatado - PTN;

Queijo banco (mussarela, búfalo, minas) - pequenas quantidades;

Peito de peru - PTN;

Arroz integral (porções reduzidas) - CHO;

Pão Integral - CHO E FIBRAS;


ALIMENTOS QUE NÃO DEVEM CONSUMIR EM EXCESSO E NEM DEPOIS DAS 18:00HS

Doces (açúcar, chocolate, balas, etc.);

Massas (pão, francês, macarrão, pizza, lasanha, rosca, bolo, biscoito, etc.);

Nescau;
Gorduras e frituras (evitar);

Pastéis, salgadinhos, sanduíches;

Carde gorda (cupim);

Pele de frango (não comer);

Gema de ovo, maionese, creme de leite, leite condensado;
Lingüiça, costela, feijoada;

Batata, mandioca, farinha;

Queijo amarelo, prato, parmesão, goulda, cheddar, etc.;

Manteiga;

Frios (salame, presunto gordo, bacon, mortadela, etc.).

SUGESTÃO DE REFEIÇÃO


Café da Manhã:

· Leite desnatado, Nescau, presunto - peito de peru, pão integral, suco de frutas ou salada de frutas, queijo branco.

Lanche da manhã:

· Suco de frutas, frutas, barra de cereal ou frutas secas.

Almoço:

· Arroz branco (porção reduzida) ou arroz integral, feijão, carne magra (assada, cosida ou grelhada), verduras (variadas), legumes (preferência para os crus), suco de frutas.
· Sobremesa – salada de frutas.
Lanche da tarde:

· Sucos de frutas, chá + 5 biscoitos água e sal com geléia light ou diet ou frutas.

Jantar:

· Arroz (porção reduzida), filé de frango grelhado, verduras cosidas, suco de frutas ou sopa de legumes e verduras.

Antes de dormir:

· Chá + biscoitos, leite desnatado, suco de frutas ou salada de frutas.

Pode variar os tipos de alimentos dentro das (6) seis refeições.
Dando prioridade no café da manhã onde será a melhor refeição do dia.

sábado, 1 de agosto de 2009

CORRIDA

Com a evolução natural das espécies os seres humanos descobriram uma importante habilidade, a CORRIDA. Pois correr é um processo natural na vida de qualquer ser humano, uns com mais habilidades outros nem tanto.

O homem antigo viu-se na necessidade de correr, quando se deparou com perigo iminente provocados por predadores ou quando teve a necessidade de caçar o seu próprio alimento e para alcançar longas distâncias em menos tempo.


Em tempos atuais a corrida é vista como uma forma saudável, barata e gostosa de sair do sedentarismo, pois ela na exige equipamentos sofisticados, a não ser um bom tênis, roupas leves e claras.

A corrida melhora a auto-estima, libera endorfina, catecolaminas que são hormônios responsáveis pelo bom humor e diminuição do estresse.

Este esporte tem atraído um grande número de pessoas, já que esse exercício físico pode ser praticado tanto individualmente como em grupo. Mas lembre-se antes de sair por aí correndo, comece por uma caminhada leve, depois moderada e assim em diante proponha-se a correr.

Pois a adaptação ao exercício é necessária e para que isso ocorra, exige um planejamento para que possamos manter um bom ritmo de treinamento. Sugiro caminhar de três a quatro vezes por semana por 45 minutos a uma 1 hora.

Depois de duas semanas intercale com a corrida, caminhem 5 minutos e corra 2 minutos e na semana subseqüente alterne caminhando 5 minutos e correndo 5 minutos. Seguindo esse procedimento garanto que você conseguirá correr os 45 minutos na quinta semana sem parar, pois seu corpo já está adaptado.

Porém antes de tudo isso o ideal é consultar um médico e um professor de educação física, pois a fatores que devem ser analisados antes de começar a caminhar e a correr. Eles serão responsáveis por fazerem avaliações cardiovasculares, teste ergométrico, eletrocardiograma, eco-cardiograma e se possíveis um hemograma para verificar se não existe algum tipo de anemia.

Não se esqueça que os benefícios com a prática da corrida são extensos, citarei algumas delas:

· Melhora a massa muscular magra;
· Aumenta a densidade óssea, evitando a osteoporose;
· Diminui o tecido adiposo;
· Evita doenças cardiovasculares;
· Queima em torno de 300k/cal variando de acordo com o peso corporal.
· Trabalha todo corpo, pernas, troco e abdômen.

O importante é dizer não ao sedentarismo, pois caminhando ou correndo o ideal é não ficar parado e certamente sua vida será cada vez melhor.


Lembre - se:

Durante toda a atividade física não se esqueça de fazer uma boa hidratação, tome água sempre que der vontade, mas não exagere na quantidade.

Portal Educação

Educação a Distância

Portal Educação - Cursos On line

Educação a Distância